Estamos arrumando a casa...
Enquanto isso acompanhe as mudanças.

O PECADO IMPERDOÁVEL

4 de mai de 2007

Versículo de Meditação: “Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir”. Mateus 12:32

Freqüentemente o Brasil tem ficado chocado pela crescente onda de violência e atrocidade que parece estar tomando conta dos noticiários. São crianças sendo arrastadas até à morte pelas ruas; recém-nascidos encontrados em sacos de lixo; jovens ricos que matam os pais para ficarem com a fortuna da família; bandidos que colocam fogo em ônibus com crianças dentro; bebês com menos de 2 anos de idade que são violentados e estrangulados até morrer; e a lista continua quase sem fim. É lamentável, mas este é o mundo que os homens transformaram, e que somos obrigados a viver nele e até conviver com todas estas notícias e atrocidades. Rogando sempre a Deus proteção para não cair nas mãos desses malfeitores sanguinários.

Diante de tanta maldade no coração de alguns seres “humanos” e de tamanha brutalidade, considerada animal, ainda podemos crer que Deus perdoa qualquer e todo pecado? Ou será que existe um “limite” do qual não se pode ultrapassar? Existe algum pecado para o qual não recebemos o perdão de Deus? Bem é o que tentaremos explicar nestas poucas linhas.

Certa vez Jesus falou as seguintes palavras, registradas no evangelho de Mateus 12:32: “Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir”. De acordo com Jesus, então, há um pecado para o qual não é concedido o perdão – o pecado contra o Espírito Santo. E qual é o pecado contra o Espírito Santo? Você pergunta.

Para entendermos claramente o que significa isso, temos que compreender o que é “pecado”. Na definição bíblica, o pecado é o ato que se comete contra Deus desobedecendo a um, ou mais, de seus mandamentos. Vejamos o que diz o apóstolo João em sua carta: “Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei”.1 João 3:4. Portanto, sempre que alguém pratica algo que seja contrário aos preceitos morais que o Senhor definiu em Seus mandamentos (conforme Êxodo 20:3-17), então estará praticando “pecado”.

Para que haja perdão do pecado é necessário que o pecador dê alguns passos:

1. Arrependimento pelo erro cometido (Atos 3:19 – confira).

2. Confissão a Deus, expondo o coração arrependido (Provérbio 28:13 – confira ).

3. Abandono da prática pecaminosa (Atos 3:19 – confira).

Se o pecador seguir estes passos, certamente Deus lhe perdoará o pecado, pois a Bíblia diz que temos um “Advogado” que intercede em favor de nós junto a Deus (confira em 1 João 2:1). Este nosso Defensor é o próprio Jesus Cristo.

Mas... para darmos o primeiro passo, considerado o mais difícil, talvez por medo, receio da família, dos amigos, ou mesmo por se sentir envergonhado por ter mudado de vida e comportamento, esse passo se torna importante porque é ele que nos impulsiona para recebermos o perdão (que é o arrependimento).

Temos que dar oportunidade para o trabalho de Alguém muito especial – a Terceira Pessoa da Trindade. É o Espírito Santo quem nos convence que somos pecadores e carecemos do perdão de Deus (João 16:8). É Ele quem nos conduz ao arrependimento, fazendo com que sintamos o desejo de buscar mais a Deus para recebermos ajuda e força, nos concedendo o poder para continuarmos vivendo longe do pecado (Tito 3:5). O Espírito Santo é a Pessoa da Divindade que tem a função de agir no coração do ser humano, é Ele que nos convence, converte e nos conserva para que o pecador sinta o desejo de ir até onde Deus está. Na verdade, conforme a Bíblia, o Espírito Santo faz “morada” na vida daqueles que entregam o coração a Deus (1Cor. 6:19-20).

Podemos ver, então, que o único pecado que Deus não pode perdoar é exatamente o pecado contra o Espírito Santo. Ou seja, aquele que comete tal pecado já foi tão fundo na rebelião contra Deus, que não sente mais desejo ou necessidade do perdão.

O mesmo acontece quando um carro ultrapassa outro, se distancia de tal maneira que as pessoas do carro que foi ultrapassado, geralmente diz: SUMIU. O carro não sumiu, elas é que não estão mais vendo. Assim é a pessoa que se distancia de Deus. Fica tão distante de Jesus que aos olhos humanos parece não ter mais condições de reabilitação. Mas a Palavra de Deus é bem clara e nos assegura quando lemos: “...onde abundou o pecado, superabundou a graça de Deus (grifo acrescentado) Romanos 5:20.

Quando o Espírito Santo não consegue mais impressionar o coração do pecador, por este ter ficado insensível ao Seu chamado, é chegado o momento de ter pecado contra Ele. Alguém que, insistentemente, rejeita o convite de Deus para renovar sua vida, e que não tem qualquer desejo de reconhecer seu pecado e pedir perdão a Deus, está cometendo o pecado “considerado imperdoável”.

Este pecado não é “imperdoável” porque Deus não queira perdoar. É exatamente o contrário. Deus quer, mas não “pode”, pois o pecador não pede o perdão, por não achar que esteja em rebelião contra Deus, ou por não querer reconhecer sua condição de pecador.

Como saber, então, se eu já cometi tal pecado?

Bem, se você ainda sente o desejo de se reconciliar com Deus;

se ainda tem vontade de orar;

de confessar seus pecados;

se ainda sente que Deus está acima de você, e que Ele merece ser respeitado e obedecido;

se não fechou os ouvidos para as advertências do Senhor, conforme a Bíblia as revela, mesmo em assuntos que você acredite que não precisa mudar;

então você ainda não cometeu o pecado imperdoável, pois o Espírito Santo ainda tem conseguido acesso ao seu coração. Mas caso a pessoa esteja fazendo o contrário de tudo isto, aos poucos, mas constante, o Espírito Santo vai se afastando até que a pessoa seja entregue ao destino que escolheu.

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” – Apocalipse 3:20.

Nunca feche a porta do seu coração à batida do Senhor Jesus Cristo. Talvez Ele esteja batendo hoje mesmo... deixe-O entrar e fazer morado em tua vida. Você só tem a ganhar. O céu te espera e a porta da graça ainda encontra-se aberta para todo aquele que confia e acredita.

Obrigado por abrir a página deste site, indique a outros amigos seus. Estamos orando por você. Se caso surgir alguma dúvida, faça pergunta que lhe atenderemos com muito prazer.